PF investiga fraudes em obras de infraestrutura em cidades de Minas Gerais

Policiais federais cumprem 11 mandados de busca e apreensão, 11 de condução coercitiva e dois afastamentos de funções públicas

Por Admin 26/10/2017 - 10:45 hs
Foto: Arquivo/Agência Brasil
PF investiga fraudes em obras de infraestrutura em cidades de Minas Gerais
Foto: Arquivo/Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou hoje (26) a Operação Taturana, para investigar integrantes de uma organização criminosa que fraudavam licitações e desviavam recursos federais transferidos para as prefeituras de cidades do interior de Minas Gerais, destinados a obras de infraestrutura.  As ações estão sendo realizadas em conjunto com o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU).

“As investigações apontam a atuação, conjunta e articulada, de ex-prefeitos, servidores públicos e empresários. O modus operandi baseava-se na criação de empresas [sem capacidade técnica ou financeira] do ramo da construção civil, por meio de pessoas interpostas, para participar de certames licitatórios – já direcionados – nos municípios envolvidos”, diz a nota da CGU. Os valores envolvidos na investigação, relativos a contratos suspeitos, são da ordem de R$ 6,4 milhões.

Os policiais federais, com o apoio de seis auditores da CGU, cumprem 11 mandados de busca e apreensão, 11 de condução coercitiva – quando a pessoa é levada para delegacia a fim de depor – e dois afastamentos de funções públicas. As ações ocorrem nos municípios de Virgulândia e Nacip Raydan.

* Texto atualizado às 22h33 para correção de informação. Diferentemente do informado inicialmente pelos órgãos, as ações ocorreram somente nos municípios de Virgulância e Nacip Raydan, conforme a Polícia Federal em Minas Gerais. Não houve operação nas cidades de Governador Valadares, Peçanha, Nova Era e Alpercata, citadas anteriormente.

(via Agência Brasil)