Bingo – O Rei das Manhãs é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2018

Filme de Daneil Rezende concorrerá ao Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Por Admin 15/09/2017 - 13:41 hs
Foto: Divulgação
Bingo – O Rei das Manhãs é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2018
O filme conta a vida de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo. Foto: Divulgação

A Academia Brasileira de Cinema anunciou que Bingo – O Rei das Manhãs, com direção de Daniel Rezende, é o longa nacional escolhido para concorrer ao Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira no Oscar no próximo ano. A decisão foi divulgada ao meio dia de hoje (15), na Cinemateca, na capital paulista.

O filme conta a vida de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal homônimo exibido pelo SBT durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, apesar de jamais ser reconhecido pelas pessoas por sempre estar fantasiado. Esta frustração o levou a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa.

Mais de 200 membros da comissão formada por profissionais da área cinematográfica ajudaram na tomada de decisão.


Jorge Peregrino, vice-presidente da academia, avalia que a safra de filmes apresentados este ano mostrou muita qualidade, mas Bingo superou expectativas. O drama aborda a vida de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo na televisão brasileira na década de 80. Apesar da fama, ele não era reconhecido pelo público na rua, o que o levou à frustração e envolvimento com drogas.

Bingo concorreu à indicação com outros 22 filmes (confira lista abaixo).

O cineasta e produtor João Daniel Tikhomiroff, membro da comissão, disse que foram levados em conta quesitos como universalidade, linguagem cinematográfica e compreensão internacional. “Bingo preenche todos os quesitos”, declarou. “Além de ser extremamente bem estruturado, com roteiro, elenco e edição, é muito bem-feito. Nos deixou bastante impactados e este é o primeiro critério que focamos”, avalia.

Segundo ele, a escolha demorou mais que o esperado, já que a comissão era formada por membros com opiniões divergentes. “Foi difícil escolher, tinha obras muito relevantes. Teríamos pelo menos três ou quatro filmes que poderiam representar o Brasil”, revelou.

O cineasta Miguel Faria Júnior, também membro da comissão, disse que não focou no público dos Estados Unidos, onde será disputado o Oscar. “Quis escolher o filme mais importante, o melhor produzido no Brasil este ano. Normalmente, o que faz sucesso fora do Brasil são os mais provincianos, não são filmes com capa de marketing”, disse.

Fontes: Agência Brasil e do site Adoro Cinema:

Lista dos filmes inscritos:

- A Família Dionti
Direção: Alan Minas

- A Glória e a Graça
Direção: Flávio Ramos Tambellini

- Bingo - O rei das Manhãs
Direção:Daniel Rezende

- Café - Um dedo de prosa
Direção: Maurício Squarisi

- Cidades Fantasmas
Direção:Tyrell Spencer

- Como Nossos Pais
Direção:Laís Bodanzky

- Corpo Elétrico
Direção: Marcelo Caetano

- Divinas Divas
Direção: Leandra Leal

- Elis
Direção: Hugo Prata

- Era O Hotel Cambridge
Direção: Eliane Caffé

- Fala Comigo
Direção:Felipe Sholl

- Gabriel e a Montanha
Direção: Fellipe Barbosa

- História antes da história
Direção: Wilson Lazaretti

- Joaquim
Direção: Marcelo Gomes

- João, o Maestro
Direção: Mauro Lima

- La Vingança
Direção: Fernando Fraiha e Jiddu Pinheiro

- Malasartes e o Duelo com a Morte
Direção: Paulo Morelli

- O Filme da Minha Vida
Direção: Selton Mello

- Polícia Federal - A Lei é para todos
Direção: Marcelo Antunez

- Por Trás do Céu
Direção: Caio Sóh

- Quem é Primavera das Neves
Direção: Ana Luiza Azevedo, Jorge Furtado

- Real - O plano por trás da história
Direção: Rodrigo Bittencourt

- Vazante
Direção: Daniela Thomas