Polícia Civil deflagra operação Rádio Pirata em Araguari e cumpre sete mandados de prisão

Investigações apontaram a existência de uma organização criminosa que, do interior do Presídio, planejava e ordenava a execução de atentados contra agentes de segurança pública

Por Admin 26/07/2017 - 13:55 hs
Foto: Divulgação/PCMG
Polícia Civil deflagra operação Rádio Pirata em Araguari e cumpre sete mandados de prisão
Foto: Divulgação/PCMG

Nessa terça-feira (25), foi deflagrada a operação Rádio Pirata em Araguari, uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a Secretaria de Administração Prisional (Seap) e a Polícia Militar (PM). Durante a operação, foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva.

Em fevereiro deste ano, a PCMG, com auxílio da Seap, iniciou investigação para apurar um atentado cometido contra um agente penitenciário que teve sua residência alvejada por cinco disparos de arma de fogo. As investigações apontaram a existência de uma organização criminosa que, do interior do Presídio, planejava e ordenava a execução de atentados contra agentes de segurança pública, principalmente agentes penitenciários. Além do atentado que foi praticado, outros estavam sendo planejados pelo bando.

No decorrer das investigações, foram feitas intervenções no interior do presídio local, com a apreensão de onze aparelhos celulares no interior das celas e também com a remoção de presos para outras cidades, no intuito de desmantelar a organização criminosa.

As investigações também identificaram que aparelhos celulares estavam sendo levados para o interior do presídio por um funcionário da empresa responsável pelo fornecimento da alimentação aos presos, que colocava aparelhos celulares dentro dos marmitex que eram entregues no presídio, sem o conhecimento ou participação de agentes penitenciários. Após essa descoberta, o funcionário foi demitido e o procedimento de entrada de alimentação foi alterado pela Direção do Presídio de Araguari.

(via Ascom Polícia Civil de MG)